Pular para o conteúdo principal

O que é um verdadeiro amigo?

Vivemos em dias em que qualquer pessoa recebe fácil o status de “amigo”. Lembro-me de quando surgiu a febre do Orkut e algumas pessoas ganhavam do dia para a noite milhares de… “amigos”, virou até uma certa competição ver quem tinha mais… “amigos”. Mas o que é um amigo real? Como você pode saber que determinada pessoa de fato é sua amiga?
De todas as passagens das Escrituras que versam sobre o tema uma fala de Jesus sobre o assunto sempre me chamou a atenção. Em João 15 o Senhor diz aos seus apóstolos: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer“. Nós podemos extrair basicamente três lições dessa afirmação, uma de cada frase.

Jesus começa a tocar no tema da amizade com uma bordoada na cara: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos“. Ou seja: amigo é aquele que seria capaz de abrir mão das coisas mais importantes para ele em favor de você. Forte isso. Mas as palavras não dão margem a interpretação: amigo é o que dá a vida por quem lhe é caro. E nossa vida é nosso bem mais precioso. Então abrir mão de nosso tempo, de nosso dinheiro, de nosso descanso, de nossas facilidades e prioridades, de nossos planos em função daquele que chamamos de amigo não é nada. Ou pelo menos não deveria ser. Aí eu te pergunto: por quantas pessoas você faria isso? A resposta a essa pergunta vai te mostrar de quantas pessoas você é realmente amigo.

Mas Jesus não para aí, a coisa fica ainda pior: “Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando”. Claro que aqui temos de pôr em perspectiva. Não vamos sair por aí satisfazendo como escravos os desejos de nossos amigos. Numa aplicação humana, podemos transpor a obediência que Jesus pediu ao entendimento de que amizade pressupõe cumplicidade. Pois enquanto Jesus tinha mandamentos, nós temos anseios e desejos e atender os anseios dos que nos são caros é um grande gesto de amizade. Tomar iniciativas para deixá-los felizes, fazer por onde alegrá-los e mesmo sem que peçam nos pôr à disposição. Grandes provas de amizade.

O terceiro ponto está em “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer“. Aqui temos de levar em conta que o próprio Deus encarnado, a quem todo joelho se dobrará e que tem toda majestade e soberania sobre o universo volta-se para aqueles que Ele criou unicamente para sua glória e faz um upgrade de status extraordinário: de servos para amigos. E por quê?

Porque, em suas palavras, Ele revelou aos serviçais coisas que estavam claras e eram conhecidas apenas entre Ele e o Pai. “Tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer“, ou seja: deu a quem não tinha algo chamado intimidade. Essa é a palavra-chave: in-ti-mi-da-de. Ou seja: conhecimento do íntimo. Conhecimento daquilo que ninguém mais conhece. Só o Filho tinha ouvido do Pai, mas Ele resolve transmitir aos seus servos. Fabuloso. Jesus aqui revela o maior indicador de amizade de todos: dar-se a conhecer. Sem o conhecimento do oculto, não há real amizade. O amigo real, nas palavras do Messias, é aquele que vai na profundidade do outro, que não se contenta com a superfície.

Não é fácil ter amigos. Teremos poucos ao longo da vida. Pessoas que nos seguem no Twitter ou no Facebook teremos às centenas; conhecidos idem; montes de colegas de escola, faculdade, trabalho e igreja; gente interessada no que podemos oferecer e bajuladores serão vários. Mas Jesus nos dá a receita para desenvolver amizades reais, aquelas poucas que valem ouro: o amigo verdadeiro é o que abre mão das coisas mais importantes para ele em seu favor, que toma iniciativas para deixar você feliz mesmo que você não peça e, acima de tudo, que tem intimidade, que conheça você no íntimo, além das superficialidades.

Se você conhecer alguém que reúna essas características, esse é o tal amigo que a Bíblia diz que é mais apegado que um irmão. (Pv 18.24). E Pv 17.17 fecha com chave de ouro: “O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade”. E aqui algo essencial. O amigo verdadeiro não é aquele de quem gostamos com amizade, é aquele de quem gostamos com amor. Biblicamente, se você não pode virar para seu amigo e dizer “eu te amo”… saiba que ele não passa de um bom companheiro.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Maurício Zagari

http://apenas1.wordpress.com/2012/01/02/seus-amigos-sao-mesmo-seus-amigos/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E ai o pastor vai prestar conta da alma de suas ovelhas ou não??

Hebreus 13: 17 “Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aquelesque hão de dar contadelas;para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vosseriaútil.”Bom muitos pastores tem usado deste versículo para argumentar que darão conta de nossas almas, mas a mesma palavra de DEUS diz na carta aos ROMANOS 14:12“De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.”Mas então há controvérsias na palavra de DEUS, pois se cada vai prestar conta de si mesmo, como poderia o PASTORES prestar conta de nós ?Bom eu entendo que no português claro quando se usa o “COMO” e no caso “COMO AQUELES”, indica uma suposição, a palavra de DEUS supõe que os pastores velam pela nossa alma, isto é eles cuidam das nossas almas COMO SE FOSSE eles que vão dar conta dela, mas é uma suposição, caso contrario a palavra traz controvérsias, essa passagem fica mais clara ainda quando lida não tradução da linguagem de hoje veja:“Obedeçam aos seus líderes e sigam as…

“Por que estás abatida, ó minha alma?”

A quem buscaremos? A quemlouvaremos? A quem adoraremos?


Para os momentos de dor não há idade e nem cor. Não há classe social nem condições financeiras. Não depende da igreja que você congrega, isto é, se você congrega... Todos, em algum momento da vida, já passaram pelo sofrimento, pois todos os dias somos lançados ao mundo como ovelhas para o matadouro, sujeitos a todas as paixões, pressões e sentimentos próprios do ser humano. Conhecemos palavras tias como amor, perseguição, deserto, mas, o que dizer quando estamos abatidos? No dicionário, o significado da palavra “abatido” é surpreendente: “caído, derrubado, diminuído, prostrado, enfraquecido, debilitado, cansado, deprimido, desanimado...” São tantas definições, palavras tão negativas, mas que são familiares para quem as vive. É por isso que os salmos 42 e 43 são tão lindos; escritos, especificamente, para aqueles que se encontram abatidos.
Às vezes, eu imagino Deus olhando do seu alto e sublime Trono aqueles que se encontram assim; …

O que te faz perder o sono ?

Olá amados já faz um tempão q eu não escrevo, mas sabe aquelas noites em que você sem saber o porque não consegue dormir? Então essa noite (19/06/2011) foi uma dessas noites pra mim, e lá estava eu sem sono em plena madrugada e aí decidi fazer algo que já havia tempo que eu não fazia que era escrever, mas escrever o que, sobre quem, do que eu poderia falar em uma noite sem sono, bom eu poderia falar de um monte de coisas, mas eu gostaria de falar de algo especial que é O que te faz perder o sono?
Sabe tenho vivido dias maravilhosos ao lado da minha linda Ana Paula, uma benção que Deus me deu para eu amar, eu só tenho a agradecer a Deus por isso, mas eu fico pensando, as vezes Deus nos da bênçãos maravilhosas e o que nos temos dado para Deus ? Quanto do nosso tempo a gente dedica a Deus? Quantas vezes deixamos de fazer algo para ficar a sós com Deus? 
Aaa essa noite vai ser longa ! Quantas respostas tenho que dar ao meu Deus !
Mas o que realmente tem feito você perder o sono, sei la talve…