Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Consciência Cristã Lógica e Fé

Movidos pela razão, alguns repreendem o próprio DeusEmbora houvesse tantas profecias a respeito da vinda e das ações de Cristo, ele conseguiu surpreender a todos. Os magos do oriente, por exemplo, esperavam que o rei dos judeus nascesse no palácio real, não em uma estrebaria.João Batista também foi surpreendido por Cristo. Ele havia dito: “Eu vos batizo com água, para arrependimento, mas aquele que vem após mim... vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” (Mt 3.11). Sua profecia foi perfeita e esta era a expectativa de João. Entretanto, Jesus chega e entra na fila para ser batizado. João quis impedi-lo, dizendo: “Eu careço de ser batizado por ti e vens tu a mim”? (Mt 3.14). O raciocínio de João foi perfeito. Ele sabia que era um pecador e que precisava ser batizado, e que o mais “correto” seria que Cristo, que não tinha pecado, o batizasse.Notamos que João usou a razão para resolver um assunto espiritual, mas não alcançou os pensamentos de Deus. É lógico que não poderia alcançar,…

Memória de Fé

Hoje pela manhã estava a ler a palavra de Deus, e mais uma vez de maneira gloriosa o Senhor falou ao meu coração, ao ler o livro de Salmos Cap. 77 o salmista declara em seu momento de angústia, que só conseguia se lembrar de Deus, ele declara no versículo 3 deste capitulo:Lembrava-me de Deus, e me perturbei; queixava-me, e o meu espírito desfalecia. (Selá)
O salmista estava tão angustiado que ele mesmo declara que já não podia nem falar mais, e como e de costume em nós até chega a questionar a misericórdia de Deus (V. 9), mas logo depois, pensando em tudo, o salmista reconhece que esta enfermo e diz: E eu disse: Isto é enfermidade minha; mas eu me lembrarei dos anos da destra do Altíssimo. Eu me lembrarei das obras do SENHOR; certamente que eu me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade. (V: 10 e 11).Gloria, ai eu vejo um remédio tão glorioso para os nossos momentos de angústia, quem de nós não tem um grande feito do Senhor para se lembrar? Quem de nós nunca provou da grande benigni…

Nós somos o que comemos

Quantos versículos da Bíblia você sabe de cor? Quantos decorou exatamente como estão na Bíblia? Quantos pode citar com a referência completa? Hummm...! Você nunca pensou que alguém poderia lhe perguntar isso, pensou?
Para ir para o Céu, ou nascer de novo, ou ser salvo (como preferir), você não precisa decorar nenhum versículo da Bíblia. A salvação é tão gratuita que só o que precisa fazer para tê-la é arrepender-se dos seus pecados e receber pela fé a Jesus Cristo – o único que pode transferi-lo do reino das trevas para o Reino da luz. Entretanto, se o seu desejo é ser um crente convicto e vitorioso, você precisa alimentar a sua alma da preciosa Palavra. Para isso, é necessário que se aplique; que se discipline; que se sujeite a normas e regras; que se pague um preço. A grande demanda é: Você está disposto? Poucos dão o valor merecido a esse assunto fundamental da vida cristã. Nessa geração “fast food”, nossa tendência é “encostar” todo preço a pagar nos nossos líderes, e viver “sugan…

A beleza da feiura de Jesus

Lucas conta que o alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, estava lendo a respeito de Jesus no carro que o levava de volta à Etiópia. A esta altura, a carruagem se aproximava da faixa de Gaza. A passagem do livro que o homem lia estava em torno daquilo que hoje chamamos de capítulo 53 do profeta Isaías. Entre outras informações, o etíope leu: “Ele [Jesus] não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada havia em sua aparência para que o desejássemos.” (Is 53.2.) A Nova Tradução na Linguagem de Hoje é mais incisiva: “Ele não era bonito nem simpático nem tinha nenhuma beleza”. Em outras palavras, o profeta estava chamando a atenção do leitor para a feiúra de Jesus. Sem dúvida, ele também tinha ficado impressionado com esse pormenor. A explicação da aparente feiúra de Jesus está no capítulo anterior, três versículos antes: “Sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou irreconhecível como homem; não parecia um ser humano.” (Is 52.14.) O profeta não se referia a…